19 abril 2012

As regras básicas para ter uma rotina mais leve

Especialista ensina quais as estratégias mais eficazes para diminuir os riscos de estresse e aumentar sua felicidade no trabalho

Mudar a maneira de pensar sobre os problemas pode ajudar a ter uma vida mais leve e mais saudável
São Paulo - Para além da carga excessiva de trabalho e pressão típicas do ambiente corporativo, os próprios profissionais portam-se como vilões da qualidade de vida no trabalho, de acordo com Fabiane Cardoso, coordenadora nacional de qualidade da Adecco Brasil.
“Os profissionais erram por não ter um olhar para essas necessidades. A empresa tem a responsabilidade de oferecer um ambiente saudável, mas cabe aos profissionais cuidar das boas práticas de qualidade de vida”, afirma.
Regra 1. Organize-se
A batalha diária contra o relógio é o principal fator de estresse no trabalho (e na vida). Dica básica para colocar um ponto final nisso? Encarando a administração do tempo (e de cada detalhe da sua carreira) como prioridade.
“Ao estabelecer um cronograma, ser mais presente no controle da própria agenda, a pessoa tem mais condições de melhorar sua qualidade de vida e até a produtividade”, diz a especialista.
Agora, é fato que a vida profissional é recheada de fatos inesperados e aprender a encará-los com uma postura analítica é fundamental, afirma a especialista. “Você tem que parar e refletir: Esta questão impacta diretamente a minha área? Se sim, quem pode resolver? Qual é o nível de urgência deste fato diante dos outros que já agendei?”
Regra 2. Discipline-se
Tal postura exige uma dose, digamos, colossal de disciplina e comprometimento consigo mesmo. “Primeiro, você tem que desprender tempo para preparar sua agenda e tem que internalizar na sua rotina as etapas de planejamento, execução e avaliação”.


Regra 3. Equilibre-se
Abra espaço na sua (apertada) agenda para dedicar tempo para outras tarefas que não seu trabalho. “Para ser mais produtivo, todos precisam oxigenar suas ideias, pensamentos e sentimentos”, diz a especialista. “Trabalhar doze horas e não tirar a cabeça do trabalho depois disso não traz equilíbrio”.
Por isso, comprometa-se consigo mesmo a fazer atividades que proporcionem prazer. Da prática de um hobby a uma atividade física, vale de tudo para colocar a cabeça em sintonia com suas necessidades emocionais.
Agora não vale também “entrar numa rotina frenética de trabalho e academia. Dedique tempo para a família e amigos”, afirma Fabiane.
Regra 4. Cuide-se
Nesta toada, é essencial colocar sua saúde em lugar de destaque nas suas prioridades de vida. Ou seja, deixar para ir ao médico apenas quando a dor aparecer não é a atitude mais adequada. “É preciso equilibrar a saúde física com a emocional”, diz a especialista da Adecco.
Exames preventivos e consultas médicas esporádicas devem entrar para a sua rotina. Bem como um cuidado dobrado com a postura no ambiente de trabalho e com os hábitos alimentares. “Se continuar convivendo com práticas ruins de alimentação e postura, sua vida vira uma bomba relógio”, afirma Fabiane.
Regra 5. Apaixone-se
Agora, de nada adianta toda esta lista de cuidados, se você se dedica a um trabalho que odeia. Sim. Pesquisas recentes apontam: quanto maior a felicidade de um profissional, maior a sua produtividade. Não se encante apenas com os deslumbrantes pacotes de remuneração. Invista em uma carreira que, realmente, faça seus olhos brilharem.http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/as-regras-basicas-para-ter-uma-rotina-mais-leve?page=2&slug_name=as-regras-basicas-para-ter-uma-rotina-mais-leve

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com o BLOG da Potens.