16 novembro 2015

Como turbinar seu currículo para uma carreira internacional (sem investimento financeiro)



É possível ter um currículo invejável, aperfeiçoar um idioma e ainda conseguir turbinar a carreira? Sim, claro que sim! Mas sem investimento financeiro? A resposta é também sim!!
Muita gente ainda não sabe que existem outros meios que não o convencional (passagem + hospedagem + curso ou viagem de turismo, por exemplo) para ir para fora do país.
Você sabia que diversos países oferecem Programas de Bolsa de Estudo extremamente atraentes que te permitem conquistar o sonhado pacote que eu citei no começo do artigo?  



Nos EUA, por exemplo, existe uma bolsa de estudos de três meses oferecida pela Universidade do Sul da California (USC International Academy) que prepara estudantes para o processo de application (candidatura) às melhores universidades do mundo e que cobre todo o valor do curso (US$ 9.000), as taxas da universidade (US$ 950), e inclui ainda materiais didáticos, seguro-saúde, acomodação e passagens áreas de ida e volta dos EUA. Já pensou conseguir uma bolsa dessas? Uma oportunidade assim, só pode abrir mais portas para sua profissão fora do país.


As boas faculdades (de graduação, pós graduação ou de MBA etc)  com tradição em intercâmbio também oferecem parcerias interessantes no exterior. Uma delas pode oferecer exatamente a oportunidade que você busca. Para isso, é preciso encontrar as fontes onde essas informações são disponibilizadas.
Um outro ótimo exemplo, é o que temos aqui na Alemanha: uma competição anual de monografias em que estudantes (sendo já profissionais ou não) são previamente selecionados pela relevância de suas obras para apresentarem  no evento World Business Dialogue suas pesquisas, pontos de vista e recomendações em forma de estratégias de negócios. Na ocasião, estão presentes presidentes, diretores e empresários de corporações globais além de representantes de universidades renomadas. É uma experiência fantástica que só pode trazer bons frutos para o futuro de quem sonha com uma carreira internacional. O fato é que para participação em Conferências e Simpósios como deste do exemplo, todos os custos com transporte e hospedagem são bancados, além da oportunidade de conhecer e se relacionar com empreendedores do mundo inteiro, o que certamente facilita a vida de quem pretende morar e trabalhar fora do país.
Acreditem, oportunidades é que não faltam. Basta investir em informação, como eu venho dizendo, mas informação de qualidade. 



Então, vamos a nossa lista de dicas de hoje para turbinar sua experiência internacional:
 

1 - Idioma
Não adianta... sem o domínio de uma língua estrangeira, as chances de participar de algo nessa linha é zero! Com relação ao tema de hoje (bolsas de estudos e competições internacionais de monografias) normalmente o inglês é o mais requisitado por conta de sua abrangência, mas dependendo de onde o evento acontece, o espanhol, francês, alemão também ganham importância... E lembre-se: ter uma super trabalho para apresentar é fácil. Falar um outro idioma pode não ser um bicho de sete cabeças, mas escrever, apresentar o tal trabalho, articular e defender seu ponto de vista numa outra língua que não a materna, aí é que são elas. Portanto, prepare-se!


2 - Antene-se!
Como eu, há algum tempo atrás, talvez você também não tenha visibilidade das dezenas de possibilidades que estão disponíveis agora mesmo. Uma rede de contatos séria e profissional faz toda a diferença. Invista tempo na seleção de sua lista no Linkedin e Facebook. Participe de fóruns de discussão de qualidade e que tenha a ver com esses temas para ficar por dentro do que até o momento é invisível aos olhos. Quanto mais bem conectado você estiver, maiores são as chances de uma oportunidade interessante chegar até você. 

 
3 - Pense no longo prazo
Uma outra dica que dou, porque venho vivendo na pele aqui na Alemanha, é fazer trabalho voluntário na área de atuação que te interessa. É impressionante como um contato e uma oportunidade assim tem o poder de te levar a outro contato e a outro contato e a outro contato. O ambiente do trabalho voluntário é igual ao de qualquer outro meio, onde temos a oportunidade de conhecer pessoas que podem nos ajudar e ou nos oferecer possibilidases que nos levarão a outros patamares. Além disso, muitas ONGs internacionais oferecem também apoio e subsídio para quem tem interesse em fazer carreira internacional em áreas que atuam em causas globais, assistenciais, comunitárias e por aí vai. Lembre-se: se você tem uma meta clara a longo prazo, vale a pena abrir mão de ganhos financeiros no curto prazo.

4 - Pesquise! Pesquise! Pesquise!
Dedicar tempo e muitas vezes investir dinheiro numa consultoria que apresente exatamente o que você busca e almeja fora do país pode lhe poupar dor de cabeca, frustração e TEMPO. É muito importante que você confie no trabalho de uma consultoria de carreira que te prepare para esse desafio de mudança de vida, seja por qual for o motivo. Só quem passou pela experiência na prática de todo o processo de pesquisa e decisão de mudança pode falar com propriedade do assunto.

As dicas do artigo de hoje são válidas para o desenvolvimento pessoal e da carreira em geral, mesmo pra quem não almeja carreira internacional no curto e médio prazo.


Pense nisso e até a próxima!

Margarete Soares
Há 1,5 ano mora na Alemanha
Psicóloga, atua como consultora online sobre orientação de carreira e carreira internacional
Mais de 15 anos trabalhando com os temas carreira, talento e desenvolvimento de pessoas em multinacionais
margarete.soares@potens.com.br
skype: margaretesoares5
Whatssapp: +49 157 507 79726
 
Canal no Youtube: Margarete Soares #tevedobem



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com o BLOG da Potens.